Como escolher o melhor lápis para DESENHAR?


Grafite mais macia ou mais dura?

Grafite colorida ou normal?

Qual a melhor marca?

O que parece óbvio, muitas vezes nos gera uma dúvida que tira a tranquilidade, pois escolher o melhor lápis para desenhar é uma das etapas no estudo do desenho, cuja decisão poderá interferir em todo o processo de desenvolvimento do traço.

Não só a escolha do lápis, mas como apontá-lo de forma correta e até mesmo como segurá-lo de forma adequada! Todas estas variáveis poderão interferir de forma contundente na sua maneira de desenhar.

Mas é óbvio que independentemente de todos estes critérios de escolha, o que sempre falará mais alto é o entendimento pleno das técnicas de desenho, assim como a prática constante das mesmas.

Para que a escolha do melhor lápis aconteça naturalmente, sem interferências ou influências externas, a primeira coisa na qual devemos considerar é que o lápis deve ser compreendido como um dedo extra; um prolongamento da sua mão.

Todos nós possuímos diferentes tipos de traço, dos quais podemos distingui-los considerando as variáveis relacionadas à velocidade e força que cada um de nós emprega ao desenhar. Portanto, se fixarmos um tipo de lápis para o uso e treinamento frequente, estaríamos cometendo um erro gravíssimo.

Temos que escolher o lápis de acordo com nossos sentidos e comando motor, independentemente do que dizem por aí.

Mas para fazermos a melhor escolha, antes de tudo é importante entendermos como funcionam aquelas letras e números estampados nos lápis. Confira o que cada uma significa:

H – abreviatura do inglês Hardness – é a grafite mais dura;

F – abreviatura do inglês Fine – é a grafite mais fina;

B– Abreviatura do inglês Blackness – é a grafite mais escura e macia;

HB – que é intermediário entre H e B – uma grafite mais genérica;

Entre os extremos de H e B, existe uma tabela básica que diferencia as durezas, sendo:

Traços mais claros- 9H, 8H, 7H, 6H, 5H, 4H, 3H, 2H

Traços intermediários – H, F, HB, B

Traços mais fortes – 2B, 3B, 4B, 5B, 6B, 7B, 8B, 9B

Em relação à utilização de cada lápis no desenho, este é um aspecto pessoal e adaptável de acordo com a necessidade de cada um, portanto utilize o tipo de grafite que mais se adequa aos seus trabalhos, respeitando as limitações de cada lápis. Ou seja, não tente fazer um sombreamento usando um lápis 9H, pois a sua dureza não será compatível.

Caso você prefira fazer os seus esboços com lápis coloridos, confira aqui quais são as vantagens.

Para conhecer o meu curso de desenho, acesse escoladedesenho.online

Categorias:DICASTags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: