Você sabe desenhar usando o “Raciocínio Geométrico”?


Raciocínio Geométrico é um termo desconhecido entre a maioria dos estudantes de desenho, pois quase todos estudam o desenho com base em métodos figurativos, ou seja, métodos de observação de referências.

Este é um termo comum na área da geometria para a aprendizagem matemática, mas, também deve ser empregado no aprendizado do desenho para a estruturação de personagens, cenários, criaturas fantásticas, etc.

A maior referência nisso é o arquiteto romano Marcus Vitruvius Pollio (século I a.C), popularmente conhecido como Vitrúvio. Ele é o criador do primeiro esquema geométrico representativo do corpo humano, o Homem Vitruviano.

Esquema imortalizado graficamente por outro grande mestre do desenho, Leonardo da Vinci.

Assim como da Vinci, muitos outros artistas do Renascimento viviam em busca constante do Raciocínio Geométrico para, de uma vez por todas, desvendar matematicamente o esquema perfeito de estruturação do corpo humano, assim como as suas variáveis.

Na época, uma grande batalha intelectual foi travada pelas mentes brilhantes do Renascimento e até o próprio da Vinci contestou o esquema de Vitrúvio em alguns aspectos, mas de forma construtiva, com uma visão mais ampla em relação aos 1400 anos de diferença entre estas mentes brilhantes.

Nos dias de hoje, o Raciocínio Geométrico está quase morto, pois pela comodidade dos recursos tecnológicos oferecidos e pela própria velocidade que o mercado exige dos artistas, todos recorrem ao método figurativo para serem eficazes.

Mas o que me deixa mais preocupado é que o Raciocínio Geométrico está sendo abandonado e esquecido por todos.

Não de maneira proposital, mas pela entropia do caminho mais fácil e imediato.

Para explicar, resumidamente, sobre o que é o Raciocínio Geométrico, eu usarei como exemplo, de forma simplificada,  a descrição da estruturação do crânio humano:

“Todas as proporções e posições dos elementos que constituem o Crânio Humano, tais como fossa nasal, fossa ocular, maxila, mandíbula, etc, são baseadas no desdobramento fracionado do círculo que representa o volume da massa craniana.”

Para muitos, o exemplo pode parecer estranho ou de difícil compreensão.

Este é um sinal para procurar saber mais sobre o Raciocínio Geométrico.

Por acaso ou por vocação, eu sempre me dediquei sobre o assunto e desenvolvi todo o conteúdo do meu curso com base neste raciocínio, pois quero que os meus alunos façam parte de uma geração de mentes brilhantes e sejam referência na história.

Para finalizar e explicar a importância do Raciocínio Geométrico, ele é a principal ferramenta para o desenvolvimento do Raciocínio Criativo.

Sobre isso, eu falarei com mais detalhes, em breve.

Para conhecer o meu curso de desenho, acesse escoladedesenho.online

Categorias:PROCESSOS CRIATIVOSTags:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: